Representantes do comércio e serviços pedem aprovação da reforma trabalhista

Nesta terça-feira (27), o presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e coordenador da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (Unecs), Honório Pinheiro, acompanhado de representantes do setor, pediu ao presidente do Senado, Eunício Oliveira, a aprovação do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 38/2017, que trata da reforma trabalhista.

O presidente do Senado informou que a reforma trabalhista deve ser aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) nesta quarta-feira (28) e seguirá em regime de urgência para o Plenário do Senado, onde ele tem o compromisso de pautar a matéria para votação até o fim deste semestre.

“Eu sou impaciente com as coisas, por natureza, mas sou extremamente paciente com o que acredito que temos que ter paciência que é a democracia. Por isso, democraticamente, garanti o debate da reforma em três comissões do Senado e fiz duas sessões temáticas no Plenário para que todos pudessem manifestar sua opinião. Agora, a pauta do Plenário sou eu quem faço”, disse Eunício.

Honório Pinheiro agradeceu o empenho do presidente do Senado em pautar a reforma e informou que a Unecs é formada por sete entidades por livre adesão que, juntas, respondem por mais de 15{33315e97a9b8c4ee032453d92275e4f1c8892c8e5e2909ce7bb6abef2c810a11} do PIB brasileiro, 22 milhões de empregos formais, um faturamento de R$ 1 trilhão, 65{33315e97a9b8c4ee032453d92275e4f1c8892c8e5e2909ce7bb6abef2c810a11} das operações de cartões de crédito e débito e 83,7{33315e97a9b8c4ee032453d92275e4f1c8892c8e5e2909ce7bb6abef2c810a11} das vendas da indústria de alimentos e bebidas.

Da Assessoria de Imprensa da Presidência do Senado

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)